[PT] Reunindo a comunidade Orbinauta que fala português!

andre

Donator
Donator
Joined
Apr 3, 2011
Messages
23
Reaction score
0
Points
0
Ae pessoal, to passando aqui só pra deixar um alô, sou brasileiro, legal escrever em português aqui no fórum. Fazia tempo que não olhava o fórum... aproveito para perguntar uma coisa, a algum tempo eu vi algum comentário sobre alguém que estava fazendo o add-on Fernando de Noronha, com um aeroporto. Alguém sabe em que status está isso? Seria muito legal ter essa ilha....

Abraço
 

4throck

Enthusiast !
Joined
Jun 19, 2008
Messages
3,055
Reaction score
218
Points
88
Location
Lisbon
Website
orbiterspaceport.blogspot.com
4throck: é possível dizer de forma rápida quais os grupos de cada paraquedas? (ou os grupos estão embaralhados?) Não estou conseguindo identificar todos no meshwizard.

Eu tentei agrupar a mesh por "components" no Sketshup.
Mas como eu exporto para 3ds, depois importo em Anim8 e depois exporto para .msh sinceramente nem verifiquei se os "components" ainda estavam agrupados na versão final.

Portanto a unica solução será criar grupos no meshwizard... Ou talvez o anim8 permita fazer isso de forma mais simples e exportar.
Vou ver e já digo qualquer coisa.

Entretanto.... O VLS-Alfa já está a ganhar forma :thumbup:

---------- Post added at 22:28 ---------- Previous post was at 21:51 ----------

Ora então, pela indicação do mesh wizard temos os seguintes grupos:

Paraquedas principal 1:
134,61-72,116-127,

Paraquedas principal 2:
132,37-48,90-101

Paraquedas principal 3:
133,49-60,103-114

Paraquedas principal 4:
131,25-36,77-88

Paraquedas arrasto:
7,129

Paraquedas guia:
9,130

O meu procedimento de exportação preserva as dimensões, materiais e coordenadas das texturas, mas está a fazer grupos por materiais.... como os paraquedas principais tem listas coloridas, cada lista é um grupo, duplicado para as faces interiores e exteriores.

Bom, se der para animar com esses grupos (sao muitos) muito bem. Senão eu vou tentar juntar os grupos no Meshwizzard.

---------- Post added 19th Jun 2012 at 00:04 ---------- Previous post was 18th Jun 2012 at 22:28 ----------

http://www.aeb.gov.br/download/revista/RevistaAEB_n13.pdf

Interessantes informações à cerca do motor de combustivel liquido do VLS, uma boa ilustração do CLA que me vai permitir melhorar um pouco a Torre de Integração Móvel e ainda a antevisão do VLM! Otimas informações para os nossos addons!
 
Last edited:

sorindafabico

New member
Joined
Mar 23, 2011
Messages
1,231
Reaction score
1
Points
0
Location
Porto Alegre
Excelente esse PDF.


Voltando ao SARA, tenho dois pedidos depois de algumas horas de testes:

1) SE POSSÍVEL, gostaria que o número de grupos fosse reduzido para o menor possível, por questão de simplicidade. Fiz um "rascunho" das animações, mas os grupos não fecham direito nem com a tua lista, nem com o MeshWizard o_O - se não for possível, terei que catar cada grupo por tentativa e erro.

2) SE POSSÍVEL, igualmente, gostaria que os paraquedas fossem reduzidos o máximo possível (a mesh passaria a ficar no estado inicial - paraquedas fechados). Se o resultado ficar tosco, esqueça este pedido. O pedido acima tem prioridade.

andre: Se existe uma base em Fernando de Noronha, me passou batido; mas temos algo do tipo aqui: [ame="http://www.orbithangar.com/searchid.php?ID=5725"]Programa Espacial Lusófono - Bases[/ame]
 

4throck

Enthusiast !
Joined
Jun 19, 2008
Messages
3,055
Reaction score
218
Points
88
Location
Lisbon
Website
orbiterspaceport.blogspot.com
OK. Eu consigo fazer grupos no MeshWizard, desde que o material seja o mesmo. Por exemplo, agrupar todas as tiras vermelhas de cada paraquedas.
Isto iria reduzir o numero de grupos significativamente.

Assim que puder vou tentar essa solução.
 

sorindafabico

New member
Joined
Mar 23, 2011
Messages
1,231
Reaction score
1
Points
0
Location
Porto Alegre
Ótimo! Não é impossível fazer com a quantidade atual de grupos, mas vai demandar muito tempo se for testar um por um. :)
 

4throck

Enthusiast !
Joined
Jun 19, 2008
Messages
3,055
Reaction score
218
Points
88
Location
Lisbon
Website
orbiterspaceport.blogspot.com
Sim. Não vale a pena estar com aquilo que em Portugal se chama de "soluções atamancadas" (não sei se também se usa a palavra no Brasil).

Espero conseguir reduzir o numero de grupos a 3 por cada paraquedas principal.

___________________

Estive a ler muita coisa sobre o Programa Espacial Brasileiro. Parece-me que o cenário mais realista será o desenvolvimento do VS-40, seguido do VLM a par do protótipo do VLS-1 (100% combustível sólido).

O passo seguinte também me parece realista e será o VLS-Alfa (o motor liquido do ultimo estagio está em testes).

O SARA será de facto a carga ideal para brincarmos um pouco com estes foguetes, mas está a falta um microsatélite para o VLM.

Dependendo um pouco do tipo de programação que o amigo sorindafabico quiser desenvolver, eu tenho umas ideias interessantes. :hello:

Uma delas é testar um painel solar (energia em função do ângulo relativamente ao Sol), outra simular a transmissão de dados para estações terrestres.

Não é vulgar simular este tipo de coisas no Orbiter mas a meu ver seria interessantíssimo e teria outro nível de realismo. A addon da Giotto simulava a captura e transmissão da imagens para a Terra e vale só por isso (a missão em si é monótona).
 

sorindafabico

New member
Joined
Mar 23, 2011
Messages
1,231
Reaction score
1
Points
0
Location
Porto Alegre
As ideias são boas, mas eu vou sair de férias mês que vem e vou ficar algumas semanas longe do computador, então seria melhor começarmos a desenvolver essas ideias mais avançadas a partir de agosto. O painel solar com energia em função do ângulo do Sol eu tenho uma vaga ideia de como fazer, a transmissão de dados eu teria que pesquisar a partir do zero, mas ambos seriam aprendizados interessantes.

Quero ver se termino (ou deixo num beta avançado) ao menos o SARA e o VS-40 antes das férias. Se tiver tempo, o VLS Alfa também (mas acho improvável).
 

4throck

Enthusiast !
Joined
Jun 19, 2008
Messages
3,055
Reaction score
218
Points
88
Location
Lisbon
Website
orbiterspaceport.blogspot.com
Infelizmente o Mesh Wizard da-me um erro de divisão por zero sempre que tento fazer "merge" dos grupos. :facepalm:

Assim sendo, em vez de utilizar materiais para colorir o paraquedas, optei por texturar. Desse modo, a geometria já é exportada sem subdivisões.

Agora o numero de grupos já é manejavel!


http://www.4shared.com/rar/QycpE0nX/mesh_sara.html

Não corrigi nem a orientação nem o centro do modelo, pois isso depende um pouco da programação. Por exemplo, o sc3 tem uma orientação diferente do multistage.
Qualquer coisa, cá estou!

_________

Quanto a férias, eu também vou estar ausente durante algum tempo. Concordo que a primeira prioridade deve ser o VS40 + SARA suborbital.

Eu vou tentar fazer o VLM (mesmas meshs e motores do VLS) + microsatelite usando SC3 e multistage. Não vale a pena estar a queimar tempo com programações numa missão tão simples.
Serviria para testar as meshs, melhorar a Torre Movel de Integração do CLA, ir escrevendo a documentação, etc.

Se ambos os projetos correrem bem, facilmente teremos depois o VLS-1 + Sara Orbital.


O VLS-Alfa merece mais tempo e como tal ficará para mais tarde. Gosta, por exemplo, que o som do estagio liquido fosse diferente do dos solidos. Idem para as chamas...
 
Last edited:

sorindafabico

New member
Joined
Mar 23, 2011
Messages
1,231
Reaction score
1
Points
0
Location
Porto Alegre
As animações de paraquedas estão funcionais. Estão num modo "demonstração", não pretendo deixar assim (possivelmente vou programar um ponto em que eles possam abrir sozinhos na atmosfera, além de modelar o arrasto aerodinâmico deles).

Se não me confundi, as teclas são:

guia = G
arrasto = Ctrl+G
principais = Ctrl+Shift+G

Girei e alinhei a mesh, deixando o eixo Z apontado para cima/prograde.
 

Attachments

  • SARA 0.6.19.zip
    462.6 KB · Views: 4

4throck

Enthusiast !
Joined
Jun 19, 2008
Messages
3,055
Reaction score
218
Points
88
Location
Lisbon
Website
orbiterspaceport.blogspot.com
Otimo! Assim que puder vou testar! :cheers:

Era bom saber como é que os paraquedas serão acionados na realidade. Sensor de pressão atmosférica? Temporizador?

Acham que vale a pena enviar a um email com essas perguntas aos responsáveis pela missão? Como mete militares não sei se serão muito abertos ou não.

---------- Post added at 20:20 ---------- Previous post was at 10:17 ----------

Já testei e funciona. :tiphat:

- O paraquedas guia e de arrasto tem que desaparecer quando são abertos os principais. Penso que será assim no mundo real.

- Também acho que o guia apenas serve para puxar o de arrasto. A animação de ambos pode ser junta e mais rápida.

- Os parâmetros do SARA não estão a simular a aerodinâmica, pois na reentrada ele não fica voltado para a frente. É como se não existisse atrito.


Está a evoluir bem, estou contente! :thumbup:
 
Last edited:

sorindafabico

New member
Joined
Mar 23, 2011
Messages
1,231
Reaction score
1
Points
0
Location
Porto Alegre
Eu pensei em sensores de pressão atmosférica estática (pra não abrir cedo demais) e dinâmica (pra não abrir numa velocidade alta demais). Pensei em deixar a opção de piloto automático para quem quiser uma missão totalmente automatizada.

Até daria pra mandar um email, mas já é tão difícil achar informações "gratuitas" que eu acho improvável que liberem tão facilmente.

---------- Post added at 07:26 PM ---------- Previous post was at 07:24 PM ----------

- O paraquedas guia e de arrasto tem que desaparecer quando são abertos os principais. Penso que será assim no mundo real.

- Também acho que o guia apenas serve para puxar o de arrasto. A animação de ambos pode ser junta e mais rápida.

- Os parâmetros do SARA não estão a simular a aerodinâmica, pois na reentrada ele não fica voltado para a frente. É como se não existisse atrito.
Quanto aos dois primeiros, ok. O terceiro eu não entendi: o piloto automático não está apontando o SARA a prograde?

---------- Post added at 07:33 PM ---------- Previous post was at 07:26 PM ----------

Nas simulações que eu tenho feito aqui, ele baixa de Mach 1 entre 5 e 6 km de altura do chão...um pouco além disso a desaceleração ficaria a cargo dos paraquedas, não?
 

Felipi1205

Spaceflight enthusiast
Addon Developer
Joined
Mar 30, 2010
Messages
798
Reaction score
0
Points
16
Location
Brusque, SC
Ele diz que isso acontece automaticamente devido ao atrito com o ar. Piloto automático fica meio irrealista na reetrada. Você pode ver a aerodinâmica em ação com um DG reentrando em 10x de velocidade, ele aponta sozinho para a frente.
 

4throck

Enthusiast !
Joined
Jun 19, 2008
Messages
3,055
Reaction score
218
Points
88
Location
Lisbon
Website
orbiterspaceport.blogspot.com
Isso mesmo.

Entretanto já experimentei lançar o SARA usando o "meu" VS40 e é lindo de se ver :thumbup:
Vou trabalhar na torre de lançamento para que tudo fique completo.

Para vos abrir o apetite, aqui fica uma imagem do modelo do VLS-Alfa:


Não falta (quase) nada, pois os componentes podem são duplicados no Orbiter :)
 
Last edited:

sorindafabico

New member
Joined
Mar 23, 2011
Messages
1,231
Reaction score
1
Points
0
Location
Porto Alegre
Captei. Os parâmetros atmosféricos tão default ainda (como se fosse só baseado em arquivo .CFG) e o piloto automático é só um esboço - a minha ideia é projetar algo baseado em ângulo de ataque - OU algo parecido com o modo de re-entrada balístico da Soyuz (tive a ideia agora) - e desativar totalmente os modos de atitude padrões do Orbiter (atualmente, só o prograde funciona). Mas aqui há atrito gerado pelo arrasto - talvez a simulação de arrasto padrão seja incompleta.

---------- Post added at 08:56 PM ---------- Previous post was at 08:53 PM ----------

Eu pus o piloto "provisório" no modo prograde porque coincide com a direção do escudo de calor. Eu posso inverter os eixos da mesh, trocar de prograde para retrograde e ver o que acontece.
 

4throck

Enthusiast !
Joined
Jun 19, 2008
Messages
3,055
Reaction score
218
Points
88
Location
Lisbon
Website
orbiterspaceport.blogspot.com
Os eixos da mesh estão bem. Estou a usar o .dll do Sara como payload do meu VS40 multistage e a separação é perfeita. Se alterar os eixos a nave será separada com uma orientação incorreta.

O piloto automático está bem para já. Basta que assim que comece a reentrada passe para modo balístico (pode desativar o RCS, ou então ativar todos os jatos em simultâneo para expelir o combustível ainda existente a bordo).

Concordo com a ideia de copiar os parametros de outra capsula. Talvez resulte bem com ajustes por experiencia e erro :thumbup:

Entretanto... a torre está pronta, só falta exportar para mesh.

A inclinação é um palpite, mais uma vez não há dados concretos.

Hoje não vai dar para fazer mais nada (é tarde por aqui) e amanhã é dia de Quartos de final :) !

Joga a seleção e mais uma vez vou estar colado à TV! :cheers:
Tudo a torcer por Portugal! :hailprobe:
 
Last edited:

sorindafabico

New member
Joined
Mar 23, 2011
Messages
1,231
Reaction score
1
Points
0
Location
Porto Alegre
Boa! As texturas do exaust são em .dds. Se necessário, na documentação do SDK tem uma explicação detalhada.

O desenvolvimento anda meio lento nos últimos dias, tive pouco tempo disponível para me concentrar nas DLLs, espero que sobre um pouco no FDS.
 

Gabriel 74

New member
Joined
Jun 25, 2011
Messages
58
Reaction score
0
Points
0
Location
Santiago-RS
:hello:, hoje estou aqui para tentar entender como configurar um modelo para que ele funcione.
Aqui está um pequeno modelo teste que eu fiz:

Estou tentando aprender a colocar movimentos, abrir o modelo no jogo, configurar o trem de pouso, colocar um sonsinho básico e algumas luzes pisca-pisca.
(pelo que entendi vendo na pasta do jogo, o que define essas coisas é o arquivo .dll na pasta "Modules", Certo?)
Alguém poderia me ensinar a configurar o modelo?
Obrigado :tiphat:
 
Last edited:

4throck

Enthusiast !
Joined
Jun 19, 2008
Messages
3,055
Reaction score
218
Points
88
Location
Lisbon
Website
orbiterspaceport.blogspot.com
Gabriel, eu só sei configurar em spacecraft3.dll e multistage.dll.
São dlls genéricos que funcionam através de um ficheiro de configuração. Esse ficheiro indica dos parâmetros do motor, pesos, áreas, meshs e localizações dos motores, RCS, etc.

O spacecraft3 serve para criar uma nave individual; o multistage é melhor para foguetes por estágios.

Normalmente a carga de um foguete é configurada em spacecraft3 (porque pode ter animações, por exemplo) e o foguete em si em multistage (porque permite ter guiagem).

A melhor forma de aprender é seguir os tutoriais que vem com esses .dlls, ou adaptar de uma nave existente. O VS40 / SARA que postei umas páginas atrás pode ser um bom estudo.


Agora para coisas como luzes e sons detalhados é preciso fazer programação especifica.

---------- Post added at 23:40 ---------- Previous post was at 12:47 ----------

Amigos, a pequena torre para o VS40 já está pronta e exportada para o Orbiter.
Sem programação não há forma de o foguete ficar com o angulo da torre.

O foguete fica sempre a apontar para 90º, o que não é correto.

Alias, o VS40 não tem (que eu saiba) qualquer tipo de guiagem. Basicamente ele assume a direção de partida (azimute e altitude) dado pela torre.

De qualquer modo, podem ver nas imagem o melhor que se consegue sem programação:




Já agora, o VLM na sua configuração original (mesmos motores do VLS):

(um pouco pequeno, a imagem é para ver o aspeto da torre + foguete + suporte)
 

sorindafabico

New member
Joined
Mar 23, 2011
Messages
1,231
Reaction score
1
Points
0
Location
Porto Alegre
A programação disso ficará pra agosto, quero ver se deixo o SARA "voável" até o fim de semana, quando entro em férias.
 
Top